Quem sou eu

Minha foto
Niterói, Rio de Janeiro, Brazil
Sou Biólogo e entusiasta na Arte do Bonsai desde 1991. Montei esse blog para compartilhar alguns dos trabalhos que venho desenvolvendo, bem como compartilhar também algumas idéias e assuntos relacionados à arte. Gostaria muito da sua participação. Seja bem vindo!

Seguidores

quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014

SINOLOGIA VOLTADA PARA O BONSAI

Reedição

Fotos: Marçal Lemos

Um dia inigualável é o que temos que descrever ao conhecermos pessoalmente, num sábado de carnaval, um dos maiores sinologistas brasileiros. Riccardo Joppert fala-nos da sua aventura como diplomata, sinologista escritor e colecionador. O mesmo foi autor de diversos trabalhos voltados aos estudos sinológicos e a origem do bonsai. Um deles intitulado “A Pintura Chinesa e a Arte do Bonsai - Possíveis convergências” foi divulgado, na íntegra, aqui no blog. Como amante da cultura oriental, por onde passou, foi colecionando cerâmica, mobiliário chinês e diversos outros objetos. Alguns deles com mais de 4500 anos de idade. Confira!

Perguntas
1-O que levou vc a sinologia e qual o seu enfoque dentro dos estudos sinológicos?
R: O sentimento de missão de salvaguardar e difundir uma civilização, que por seus valores, não se restringe ao espaço geográfico da china, mas espraia-se para o contexto da humanidade.


2-Há quanto tempo vc vem estudando a civilização chinesa?
R: Há mais de 50 anos.


3-O que de novo existe dentro do universo da sinologia?
R: As descobertas arqueológicas vêm-se multiplicando. A compreensão do espírito shen, que inspirou a arte vem-se expandindo.


4-Quando e como começou o seu interesse pela Arte do bonsai?
R: Concomitantemente desconhecer a arte do bonsai seria desconhecer a china e o Japão. O universo reflete-se no microcosmo.


5-Sabemos que existem poucas evidências documentais para o melhor entendimento da origem do Bonsai no mundo, mas que a arte de miniaturização, ou minimalista, teve seu início na China nos seus primórdios, e que eles chamavam-na de Penjing. Nos seus estudos, quais são as evidências materiais mais comprobatórias para o surgimento desta arte?
R: Existem evidências arqueológicas de que no século VII a arte do bonsai estava perfeitamente estabelecida na china, na sua fase madura.


6-Quais são as artes relacionadas que ajudaram a exemplificar o surgimento do Penjing na China e qual delas a seu ver é a que mais corrobora?
R: Cerâmica e Porcelana.


7-Na sua visão, qual seria a influência do Penjing naquela época?
R: A China tendo atingido uma fase de urbanismo, houve necessidade de transferir atmosfera rural para as cidades. Como consequência, foi à recriação do macrocosmo no microcosmo, o mundo em escala reduzida num vaso de planta. Naquela época houve um urbanismo que obrigou os chineses a terem jardins em miniatura, uma vez que eles não podiam ter grandes propriedades.


8-A forma de reproduzir uma paisagem em miniatura na China, o Penjing, impressiona muitas pessoas até hoje e que a mesma é cultuada por uma maioria masculina. O que vc tem a dizer sobre isso?
R: A necessidade interior de compreender a vida.